Câncer de bexiga também dever ser tema da campanha Novembro Azul

13 de novembro, 2014

Médico do Hospital Samaritano de São Paulo chama atenção para outros tipos de câncer e a importância do diagnóstico precoce

No mês que celebra o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, especialistas do Samaritano enxergam campanhas do Novembro Azul como uma ótima oportunidade para a conscientização do público masculino sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce das doenças do gênero. É o caso do câncer de bexiga, tumor com poder de letalidade maior do que o de próstata.

De acordo com o Dr. Alexandre Crippa, coordenador do Núcleo de Urologia do Hospital Samaritano de São Paulo, o tumor na bexiga é o nono câncer mais comumente diagnosticado no mundo, com mais de 330 mil novos casos e mais de 130 mil mortes por ano. “No Brasil, o índice de 2014 já alcançou mais de 9 mil diagnósticos positivos”, sinaliza o especialista.

O câncer de bexiga acomete homens com idade média de 70 anos. Porém, estudos e experimentações epidemiológicas permitiram identificar alguns fatores de risco relacionados com o desenvolvimento de câncer de bexiga. O tabagismo é o principal deles com uma estimativa de ser o responsável em 60% dos casos em homens. Os fumantes apresentam incidência deste tumor até quatro vezes maior em comparação com não-fumantes. “Outro fator de risco está ligado a pessoas que trabalham em fábricas de borrachas, couros, tintas e corantes devido à exposição a aminas aromáticas e derivados do benzeno”, alerta o Dr. Crippa.

Como não existe a possibilidade de realizar qualquer autoexame, o médico do Hospital Samaritano ressalta a importância de ir ao urologista periodicamente para prevenir ou diagnosticar a doença. “Com exames de Urina 1, Ultrassonografia, Tomografia Computadorizada e/ou Cistoscopia é possível identificar a anomalia. Quando detectado, 70% dos casos possui tumor superficial que pode ser tratado com cirurgia minimamente invasiva via uretral. Apenas 30% requer maior intervenção e até quimioterapia”, explica o urologista.

Sinais e sintomas
– Sangramento na urina;
– Dor e sensação de queimação ao urinar;
– Necessidade urgente e frequente de urinar;

Sobre o Hospital Samaritano de São Paulo

Um dos principais centros de excelência em saúde do País, o Hospital Samaritano de São Paulo completa 120 anos de atividades em 2014.

Fundado em 25 de janeiro de 1894, nasceu como primeiro hospital privado da capital paulista e hoje é uma das poucas instituições de saúde que permanece em atividade, em duas passagens de séculos, com recursos do próprio negócio.

É um hospital especializado em Cardiologia, Gastroenterologia, Neurologia, Ortopedia, Oncologia, Trauma, Transplante, Urologia e Ginecologia, Obstetrícia e Perinatologia, com atendimento completo e integrado aos pacientes, com acompanhamento em todas as etapas do tratamento.  Além disso, oferece Serviço de Emergência Especializada 24 horas em Ortopedia, Cardiologia, Neurologia e Trauma.

O Complexo Hospitalar do Hospital Samaritano conta com 19 andares, 310 leitos de internação e Unidade de Terapia Intensiva, além de um Centro Cirúrgico com ¬16 salas para a realização de procedimentos de alta complexidade.

Desde 2004, é certificado pela Joint Commission International (JCI), um dos mais importantes órgãos certificadores de padrões de qualidade hospitalar no mundo.

Fonte: Hospital Samaritano – 13.11.2014

Informações

A Associação Nacional de Hospitais Privados Anahp é uma entidade representativa dos principais hospitais privados de excelência do país

ANAHP – São Paulo
Rua Cincinato Braga, 37,
3º e 4º andares.
Paraíso – São Paulo – SP
CEP 01333-011
+55 11 3178 7444

 

ANAHP – Brasília
SH/Sul Quadra 06, Conjunto A, Bloco E – 8º andar – Sala 801 Park
Brasília – DF
CEP 70322-915
+55 61 3039 8420

Área do associado

  • Copyright © 2019 Anahp. Todos os direitos reservados

X