Alto nível de tecnologias para estoques de materiais e medicamentos foi tema de Café da Manhã

5 de setembro, 2019

Promovido pela Bionexo na manhã de hoje (05), na sede da Anahp em São Paulo, Café da Manhã debateu o estado da arte em tecnologias para gestão de estoques de medicamentos e materiais de alto custo em hospitais e clínicas. Estado da arte refere-se ao mais alto nível de desenvolvimento e funcionamento de uma tecnologia ou técnica científica em um determinado tempo. A apresentação do tema ficou a cargo de Fernando Monlin, diretor da GTT Healthcare.

O conceito de IoT (Internet of Things), traduzido em português para Internet das Coisas, foi colocado pelo diretor como ideia chave e presente nas tecnologias mais atuais em gestão na área da saúde. A Internet das Coisas diz respeito à comunicação e compartilhamento de dados e informações entre máquinas para a realização de diferentes tarefas através da internet. Para Monlin, “os maiores desafios a serem superados pela gestão de estoques hospitalares de alto custo correspondem à rastreabilidade de materiais e produtos, além de perdas por vencimento e extravio”.

O executivo também mostrou alguns cases de tecnologias já existentes em hospitais que trabalham por meio de parcerias, como um armário inteligente para gestão de dispensação e estoque de medicamentos em tempo real. Essa tecnologia também auxilia no controle das medicações utilizadas e suas funções são realizadas através do RFID, sistema de controle e gerenciamento de produtos por rastreamento do sinal de radiofrequência composto por três itens: etiquetas, um hardware formado por antenas e leitores e um software.

Outro exemplo que a GTT Healthcare desenvolve junto aos hospitais parceiros são os refrigeradores inteligentes que controlam e monitoram estoques de medicamentos. “Ao mesmo tempo em que armazena, os refrigeradores fazem o controle de estoques, avisam se está fora da temperatura ideal, se há problemas de energia, informa o fornecedor para reposição de medicamentos com leitura automática do estoque e em tempo real. Ele sabe o que está acontecendo e é o que há de mais moderno em rastreabilidade”, explica Monlin.

Os expectadores do Café da Manhã também puderam acompanhar os impactos gerados pelas soluções de IoT nas redes hospitalares, como a redução de 90% do tempo de contagem com inventários, redução de 80% de perdas por vencimento e extravio, além um ganho de 20% em rentabilidade para o setor por conta da utilização dessas tecnologias. Os hospitais Sírio-Libanês, Santa Paula, Moinhos de Vento e Alemão Oswaldo Cruz, associados à Anahp, são algumas das instituições que adquiriram as tecnologias de controle de estoque de medicações. “Tudo está ficando com custos mais em conta e com mais tecnologias que são voltadas aos ganhos, ao dia a dia e ao fato de cuidar de pessoas, não é algo mais do futuro, mas do presente”, opina Monlin sobre a relevância do uso da tecnologia no setor de saúde.

Baixe a apresentação do evento

Informações

A Associação Nacional de Hospitais Privados Anahp é uma entidade representativa dos principais hospitais privados de excelência do país

ANAHP – São Paulo
Rua Cincinato Braga, 37,
3º e 4º andares.
Paraíso – São Paulo – SP
CEP 01333-011
+55 11 3178 7444

 

ANAHP – Brasília
SH/Sul Quadra 06, Conjunto A, Bloco E – 8º andar – Sala 801 Park
Brasília – DF
CEP 70322-915
+55 61 3039 8420

Área do associado

  • Copyright © 2019 Anahp. Todos os direitos reservados

X